ANCILOSTOMÍDEOS

 

 

 

 

Agentes determinantes da ancilostomose humana ou amarelão

 

 

 

Gêneros Ancylostoma e Necator

 

 

Morfologia GERAL

 

 

 

ovo

 

 

 

 

 

Ancylostoma duodenale

 

 

Adulto

 

 

 

extremidade anterior

extremidade posterior (macho)

 

 

 

 

Necator americanus

 

 

 

extremidade anterior

extremidade posterior (macho)

 

 

 

 

CICLO BIOLÓGICO

 

 

 

- por penetração ativa, para A.duodenale e N.americanus -

 

 

 

* adaptado do Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

http://www.dpd.cdc.gov/DPDx/HTML

1.Penetração da larva L3 (filarióides) pela pele;

2.Larvas carreadas pelo sistema porta até os pulmões;

3.Larvas rompem os capilares e caem nos alvéolos, sofrendo nova muda (L4). Migração das larvas para a faringe;

4.Expulsão das larvas pela expectoração ou deglutição;

5.Larvas deglutidas atingem o duodeno, onde sofrem uma nova muda (L5), sendo que posteriormente amadurecem sexualmente transformando-se em adultos. Fêmeas, após a cópula, iniciam a ovoposição.

6.Eliminação dos ovos embrionados pelas fezes e contaminação do ambiente;

7.Evolução dos ovos férteis no solo até se tornarem larvados, com L1 (rabditóide) que após a liberação se desenvolvem, sofrendo muda para L2 rabditóide;

8.Transformação para larva L3 filarióide infectante.

 

 

 

- por ingestão oral, somente para A.duodenale -

 

Por meio da ingestão oral das larvas filarióides (L3) não ocorre o ciclo pulmonar. As larvas perdem a cutícula externa no estômago e migram para o intestino delgado, penetrando na mucosa intestinal. Após a penetração, essas larvas sofrem uma nova muda (L4) e, após alguns dias, essas larvas voltam à luz intestinal, fixam-se à mucosa e iniciam o repasto alimentar, transformando-se posteriormente em L5 e, em seqüência, em vermes adultos (machos e fêmeas).

 

Voltar