Início »

Histórico

A Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP-USP) implantou, em 1988, o Programa de Pós-Graduçaõ em Ciências Farmacêuticas, curso mestrado. O programa foi criado tendo como proposta o ensino e a pesquisa focados sobre os aspectos multidisciplinares das ciências farmacêuticas objetivando desenvolver o pensamento crítico, o entendimento dos métodos de pesquisa e a habilidade de avaliar criticamente artigos e projetos de pesquisa nas diferentes áreas da Farmácia, como também, de passar aos alunos os mais altos padrões éticos de conduta de trabalho. Mantendo esse mesmo propósito, nove anos depois, em 1997, foi implantado o curso de doutorado.

Durante os vinte e dois anos de atuação do programa, este passou por várias estruturações visando à melhoria da qualidade do ensino e da pesquisa, como também, para atender as exigências do mercado altamente dinâmico.

O caráter multidisciplinar do programa pode ser constatado pela formação acadêmica e científica diversificada dos seus orientadores, que possuem graduação e pós-graduação, como também pós-doutorado, em diferentees áreas do conhecimento. Além disso, a multidisciplinaridade pode ser visualizada pela publicação da produção científica do programa em periódicos com as mais diferentes áreas, que incluem pesquisa básica, aplicada e de inovação tecnológica.

O programa está consolidado e é de excelência reconhecida pela CAPES. Em três avaliações trienais consecutivas o Programa manteve o conceito 6 (2003, 2006, 2009) e conquistou conceito 7 na última avaliação trienal (2010-2012). A abrangência do Programa pode ser destacada pela atração alunos de diversas formações acadêmicas e de diferentes regiões do país. Os egressos do programa têm nucleado novos grupos de pesquisa em todas as regiões do país, em universidades públicas e privadas, ocupando cargos de coordenação, administrativos e pesquisa em órgãos públicos e indústrias farmacêuticas e cosméticas. A evolução do programa ao longo dos anos demostra que os objetivos de formar pesquisadores competentes em Ciências Farmacêuticas têm sido atingidos, contribuindo para o avanço científico e tecnológico do país.