Faculdade de Ciências
Farmacêuticas de Ribeirão Preto

Universidade de São Paulo

IDIOMAS: | INTRANET

TOXINAS ANIMAIS NATIVAS E RECOMBINANTES: ANÁLISE FUNCIONAL, ESTRUTURAL E MOLECULAR

INSTITUIÇÃO

 Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto/FCFRP/USP

 Departamento de Análises Clínicas, Toxicológicas e Bromatológicas


COORDENAÇÃO

Profa. Dra. Suely Vilela Sampaio


VIGÊNCIA

Início: 01/02/2014

Término: 31/01/2018


RESUMO

As peçonhas animais constituem uma rica fonte de substâncias farmacologicamente ativas. Essas moléculas, denominadas toxinas, atuam de forma isolada ou sinérgica, podendo se ligar a diferentes receptores celulares e/ou interferir em vias metabólicas fundamentais para a viabilidade celular, causando danos locais, sistêmicos e até fatais na presa ou vítima. A exploração dos mecanismos de ação das toxinas tem se mostrado relevante, não só por fornecer a base molecular envolvida no mecanismo de toxicidade dessas moléculas, como também possibilitar a aplicação de toxinas no desenvolvimento de novas estratégias terapêuticas. Além disso, toxinas animais são valiosas ferramentas na elucidação de diversas vias e processos metabólicos envolvidos no sistema biológico. Dentro desse contexto, a presente proposta visa, por meio da aplicação de abordagens modernas de caracterização estrutural e funcional, contribuir para o mapeamento de novos componentes de diferentes peçonhas de serpentes, bem como o estudo de inibidores plasmáticos desses animais. Explorando peçonhas de diferentes serpentes, nossos estudos focarão a caracterização de moléculas (proteínas e peptídeos) que apresentarem ação sobre a hemostasia, apoptose celular, estabilidade genômica e processos inflamatórios, assim como seu envolvimento no efeito imunomodulatório, antiparasitário, neuroprotetor e antitumoral. A aplicação de ensaios biológicos bem estabelecidos, associada ao uso de ferramentas de biologia molecular e de caracterização bioquímica, biofísica e estrutural, será utilizada para a realização dos estudos de correlação de estrutura e função, visando não somente elucidar o mecanismo de toxicidade de novos componentes das peçonhas estudadas, como também possibilitar a exploração do potencial terapêutico das toxinas no desenvolvimento e produção de novos fármacos.

espaço.

 FINANCIAMENTO

 Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP

 


Orçamento Atual

Valor (R$)

Valor (US$)

Capital

 

 

Material Permanente

12.392,29

610.000,05

Custeio

 833.934,09

 394.271,20

Reserva Técnica - Benefícios Complementares

 203.000,00

 

Reserva Técnica - Custo de Infraestrutura Direta do Projeto

670.493,92

 

 

Fale Conosco: tematicofapespsvs@fcfrp.usp.br